Eu nunca quis nada de ninguém

Isso é uma grande mentira. Claro que eu já olhei desenhos, li coisas, vi filmes, ouvi músicas de outras pessoas que EU gostaria de ter feito…geralmente quando eu estou me sentindo uma merda isso acontece.

Parece que todo mundo é feliz, faz coisas ao ar livre, come coisas gostosas, e você tá numa ressaca do caralho, achando que deveria ter estudado alguma outra coisa, tentado um outro tipo de área, nunca ter largado aquele emprego que era legal mas tinha uma gerente escrota.

Mas não é que eu gostaria de SER esta ou aquela pessoa, eu gostaria de ter tido, realizado a idéia.

Eu gosto de pensar que não é inveja, é inspiração. E isso me tranquiliza…Mas pode ser que eu esteja me eximindo de um sentimento que eu, no alto do meu pedestal de importância não deveria ter.doodle saturn return mayotrips

Aí que eu queria chegar. Eu sou meu pior inimigo. Porque acho que eu deveria estar fazendo coisas incríveis e acho que não estou. Talvez ache que deveria estar ganhando prêmios, e não estou. Porque deveria ter conseguido deixar meu cabelo crescer, deveria ter começado mesmo a escrever e desenhar, a acordar cedo, a parar de comer risólis com coca-cola na padaria às dez da noite.

A questão é que a gente se acha incrível, importante e muito bom mesmo: numa coisa que provavelmente a gente nunca realizou.

De onde vem esse sentimento de que eu ia ganhar o mundo e em algum lugar, pessoa, situação ou droga me desviou?

Será que isso é da minha geração?

Será que é dos meus 29 giros?

Será que eu sou eu piorada? Minha pior versão?

Ou será apenas mais um primeiro dia da menstruação?

Lista pro dia assim meio mercúrio retrógrado…

E pra pensar um pouco

http://demografiaunicamp.wordpress.com/2013/10/30/porque-os-jovens-profissionais-da-geracao-y-estao-infelizes/

Escrevi este post a 3 anos…

Navigate